home Opinião Resultados estatísticos de processos na Justiça do Trabalho da 4ª Região.

Resultados estatísticos de processos na Justiça do Trabalho da 4ª Região.

Estes dados são muito importantes para quem gosta de asseverar que a Justiça do Trabalho é “parcial” ou favorece um dos lados da relação processual.
Vinte e cinco por cento das ações trabalhistas são julgadas IMPROCEDENTES. Ou seja o reclamante, via de regra o trabalhador, não ganha absolutamente nada do que foi postulado.
A maior distorção pode ocorrer nos 31% dos processos PROCEDENTES EM PARTE, como este resultado é genérico qualquer ganho do trabalhador, ainda que mínimo, vai para este item.
Quanto aos processos inteiramente PROCEDENTES estes são apenas 2% do total, o que, certamente, deve ser mais um mérito dos advogados que fazem processos enxutos apenas com o que é efetivamente devido, do que viés dos magistrados.
Por fim um grande percentual de ações 42% são resolvidas por ACORDO, sem dúvidas a forma mais eficiente de resolver um litígio.
Os dados são do nosso TRT4.

URL curta para esse artigo: https://wp.me/pVtgW-1HP
TAGS:

Jorge Alberto Araujo

Jorge Alberto Araujo é Juiz do Trabalho e master em Teoria da Argumentação Jurídica pela Universidade de Alicante, Espanha. Titular da 5a Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: