stj commonsEmbora não tivesse ainda me debruçado sobre o assunto, acreditava que a Licença Creative Commons teria uma aceitação tormentosa acaso começassem a surgir demandas acerca do uso de produtos de criação alheia, ainda que assim etiquetados.

Todavia hoje, seguindo a origem da excelente notícia de disponibilização de um acervo jurídico antes restrito pelo sítio do STJ, me deparei com uma destas licenças estampadas na sua página.

É uma sinalização suficiente de que o STJ conhece e observará nos seus julgamentos o conteúdo destas atribuições em eventuais disputas judicias sobre direitos de propriedade intelectual.

[bl]Semana Santa em Santa Catarina, bacalhau norueguês, salmão defumado, spa em Gramado[/bl]

URL curta para esse artigo: https://wp.me/pVtgW-3i

Publicado por Jorge Alberto Araujo

Jorge Alberto Araujo é Juiz do Trabalho e master em Teoria da Argumentação Jurídica pela Universidade de Alicante, Espanha. Titular da 5a Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS.

Participe da discussão

2 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: