Início Direito Sobre a polêmica ultrapassagem…

Sobre a polêmica ultrapassagem…

120
6
Cristof Stache / AFP - via UOL

Cristof Stache / AFP - via UOL

A questão da ultrapassagem de Espanhol Fernando Alonso ao nosso Felipe Massa (ambos da Ferrari) é um daqueles assuntos que comporta diversas interpretações. Em sendo absolutamente verdadeira a informação de que Alonso desenvolvia uma velocidade superior e que Massa estaria lhe atrapalhando, uma vez que se trata de um esporte, sob pelo menos um aspecto, de equipe, me parece adequado que se tivesse solicitado o espaço e que este tivesse sido cedido.

Decisão em contrário poderia levar a uma situação como a desastrosa perda de pontos ocorrida no GP da Turquia, quando os dois pilotos da Red Bull, Sebastian Vettel e Mark Webber, se chocaram disputando o primeiro lugar, dando a vitória para o rival Hamilton.

No entanto é voz mais ou menos corrente que esta manobra é proibida. Ou seja diz-se que não é lícita a determinação vinda dos boxes para que um dos integrantes da equipe ceda o seu lugar ao outro. Se isso for verdadeiro a vitória de Alonso foi irregular e, neste caso, será justa a retirada dos pontos.

Veja-se, contudo, que nem sempre é muito clara a linha que divide o certo do errado, o lícito do ilícito. Em especial em se tratando de situações em que se pode penalizar com uma punição, é necessário que exista uma norma anterior que defina claramente o ilícito. É assim em Direito Penal, mas também no próprio Direito Desportivo. Violando-se estes princípios não se estará aplicando o Direito, se estará fazendo política.

6 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom post. A argumentação é ótima, só não gostam os “membros dos Direitos dos Manos”, porque, na verdade, quando o dito presidente aprova tal lei a sua idéia única não é proteger criança alguma, mas sim desmoralizar os pais e a família como instituição, desta maneira fica mais fácil criar zumbis juvenis que atendam aos chamados do “grande líder”. (isso me lembra um filme, onde um garoto, jovem, muito jovem denuncia seus pais para os agentes do estado nazista por “falta de patriotismo”). Acho que o que os “apoiadores” desta lei querem é esse tipo de comportamento dos filhos.

  2. Não sei se é legal ou não mas na minha cabeça é no mínimo imoral;sem contar que a mensagem,entendida por quase todos,não era clara;por que não dizer claramente já que era uma coisa legal?

  3. A fórmula um é um esporte de audaciosos e de riscos. Como tal, o risco de bater ou perder pontos sempre deve ser considerado. A marmelada, a mamata e o jogo comprado não tem lugar num esporte com essas características. Muito mais na mente de um piloto que deseja ser campeão.

    Duvido muito que Senna toparia uma barbaridade dessas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.