O menos pior

    246
    0

    Tenho acompanhado atentamente em todas diversas listas de discussão das quais participo o debate entre os “listeiros” referindo quem, dentre Lula ou Alckmin seria o menos corrupto, ou o menor pior.

    Cada interlocutor se vale de dados comprovados e não comprovados sobre falcatruas, crimes, corrupção e algumas realizações de um ou outro dos candidatos nas respectivas administrações, ademais de respingar, no caso do candidato do PSDB, também fatos e situações correspondentes às administrações do seu colega de partido, Fernando Henrique Cardoso.

    Já fui, na minha adolescência e juventude, entusiasta de idéias e doutrinas partidárias, fiz campanha pelas eleições diretas, antes mesmo de poder votar.

    Todavia o que vejo entre os que defendem os dois candidatos é uma memória seletiva em que se indicam realizações de um e apontam-se equívocos administrativos (ou criminais) do outro, como se ambos não tivessem, por igual, vícios e virtudes.

    Creio que o melhor seria darmos um passo atrás para vermos o todo, afastar-nos de antigas ideologias que possam nos obnublar a mente na hora de efetuarmos a escolha e votarmos, sem medo de nos arrepender depois.

    Retidão de ideais e efetivo repúdio à corrupção apenas vimos na candidata Heloísa Helena, que por força da sua coerência entre o discurso de campanha e atuação política foi defenestrada dos quadros de seu partido. Entretanto não podemos negar que não tinha quadros ou postura para exercer a função de maior mandatária do país.

    Cristóvão Buarque, a quem, igualmente, não se ouviu ninguém acusar de qualquer delito, tinha uma plataforma unidimensional, excelente para um ocupante de Ministério, mas sem programa para administrar uma nação.

    Gostamos tanto de copiar os americanos, parece que acabamos, sem querer, importanto o seu bipartidarismo. Podemos agora escolher os Republicanos Tucanos ou os Democratas Petistas, ou vice-versa. Tanto faz.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.