Início Direito Nós blogueiros estamos sendo manipulados pela imprensa?

Nós blogueiros estamos sendo manipulados pela imprensa?

74
2

Em sua Conversa Afiada o jornalista Paulo Henrique Amorim lança a suspeita de que a opinião pública fora manipulada pela grande mídia, que qualifica também de conservadora e golpista, no episódio envolvendo o pedido de cassação de Renan Calheiros.

Paulo Henrique chega a afirmar que, ao contrário do Supremo Tribunal Federal, que atuou com uma faca no pescoço (referindo-se, obviamente, à expressão utilizada pelo Ministro Lewandowski em conversa telefônica flagrada por uma jornalista da Folha), o Senado Federal teria agido com altivez, principalmente considerando que os ilícitos em que envolvido o Presidente do Senado eram também praticados por 99,9% dos demais senadores.

Assinala, outrossim, que o fato de ter filhos com jornalistas não é nenhuma novidade, uma vez que a mesma situação já se havia produzido com um ex-senador.

Nada mais equivocado.

Ninguém rejeita a tese de que a imprensa, ao voltar os seus holofotes contra determinada pessoa ou causa, tem, também, interesses escusos, que podem ser econômicos, políticos, comerciais, etc. Todavia não se pode afastar o fato de que o alvo, neste caso, tinha telhado de vidro e que, na defesa que fez de si próprio por mais de 100 dias, se utilizou de documentos falsos, argumentos mentirosos, ademais de se ter valido de sua condição de chefe de poder para servir-se em seu próprio interesse da máquina pública.

Se há outros – ou todos – os senadores envolvidos em outros ilícitos é direito da opinião pública saber e, se necessário, os blogs não se escusarão em denunciar.

Pesquise a expressão “vergonha nacional” no Google para ter uma idéia do grau de indignação dos internautas que se uniram para criar o que se denomina um Google bomb, ou seja a utilização do algoritmo do Google para indexar com determinada expressão, de regra injuriosa, a “vítima”, no caso o Senado Federal.

Os blogueiros podem se enganar, mas em tais circunstâncias não hesitam em admitir este fato e, o que é mais importante, em idêntico ou maior espaço, ou até no próprio artigo, não em uma notinha pequena, em uma parte esquecida da publicação, com um pequeno título “erramos“.

2 COMENTÁRIOS

  1. Aprecio muito o PHA, mas nessa ele deu uma bola fora,ele não estava sendo julgado por ter filhos com jornalistas, mas por ter recebido dinheiro de lobbistas.

    Melhor foi a argumentação do Mercadante que diz ter se abstido por considerar que as provas apresentadas ainda não foram analisadas de forma conclusiva.

    Ainda restam três processos, é esperar para que não acabe em pizza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.