Início Direito Algumas palavras sobre a greve dos roteiristas norte-americanos

Algumas palavras sobre a greve dos roteiristas norte-americanos

184
1

Greve dos roteiristasOs Estados Unidos são um país sensacional. Nada obstante se diga “um país livre” é, com certeza, o maior violador de direitos humanos de seus cidadãos e de estrangeiros.

Em Direito do Trabalho não é diferente. Faz tábula rasa das convenções e recomendações da Organização Internacional do Trabalho.

Tanto que é um dos poucos países que permite aos empregadores recusarem-se a admitir trabalhadores filiados a sindicatos.

Nada obstante tem uma história muito importante em relação ao Direito Coletivo. É o país de Jimmy Hoffa e agora é cenário de um movimento que repercute no entretenimento de todo o mundo: a greve dos roteiristas de Hollywood. Que inclusive já redundou no cancelamento da cerimônia de entrega do Globo de Ouro e que ameaça a do Oscar.

O estudo deste fenômeno, que ameaça causar até 1 bilhão de dólares em prejuízos apenas para a economia da cidade de Los Angeles, com certeza contribuiria para se compreender diversos aspectos da complicada sociedade norte-americana, que, no momento também causa furor no mundo em virtude de uma outra crise, a imobiliária.

Atualização: Dentre as principais reivindicações da greve dos roteiristas está a divisão dos ganhos que as empresas produtoras (os estúdios) estão tendo com a venda das séries de TV através de DVDs e download através dos sites das empresas. Quanto aos DVDs a alegação dos roteirista é de que houve um acordo, quando do lançamento dos primeiros VHSs de que haveria uma redução momentânea dos seus pagamentos para que o mercado se expandisse. No entanto, prosseguem eles, até o presente momento, ou seja já depois da substituição total do VHS pelo DVD e do sucesso do formato para a venda das séries, ainda prossegue em vigência aquela combinação “provisória”.

Em relação aos downloads (os legais, ou seja aqueles que são vendidos pela indústria) os roteiristas alegam não receber nenhum tostão pela sua comercialização, nada obstante sejam atualmente uma importante fonte de lucro para os empresários.

Leia também sobre o assunto:

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.