Início Direito A Rainha

A Rainha

340
1

 

Assisti ontem ao filme A Rainha, com a excelente Helen Mirren. Como não sabia o enredo e fui um pouco surpreendido com a história, que se passa exclusivamente durante o período entre a morte e o funeral da Princesa Diana.

O filme, como seria de se esperar, mostra um rainha fria e impassível acerca dos fatos que envolveram a morte de Diana, ao mesmo tempo em que coloca o Primeiro Ministro Tony Blair e o Príncipe Charles como dois homens mais conectados ao seu tempo e atentos à importância da personalidade de Diana sobre os espíritos dos ingleses e do mundo.

A história passa longe das investigações acerca da culpa da Coroa Britânica pela morte em circunstâncias até hoje pouco esclarecidas e, talvez, por isso tenha caído no gosto de Sua Majestade.

A manutenção do relacionamento com o árabe Fayed e o nascimento de frutos desta união, dando aos herdeiros do trono inglês, irmãos de sangue árabe teria conseqüências imprevísiveis para a diplomacia internacional, e o conservadorismo pode ter achado melhor não arriscar.

Questões de Estado que nós meros plebeus de uma república subdesenvolvida nunca poderemos alcançar.

1 COMENTÁRIO

  1. “A manutenção do relacionamento com o árabe Fayed e o nascimento de frutos desta união, dando aos herdeiros do trono inglês, irmãos de sangue árabe teria conseqüências imprevísiveis para a diplomacia internacional, e o conservadorismo pode ter achado melhor não arriscar.”

    Será? Isso é algo que minha mante não tinha alcançado antes de ler isto.

    Acho que sou muito inocente, além de mero plebeu de uma república subdesenvolvida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.