Categorias
Direito

Sky, ou como perder um cliente

Source: google.com.br via Jorge on Pinterest

Sou de um tempo em que empresas faziam promoções para captar ou manter cliente. A Sky inaugurou uma nova era: a promoção para incomodar e, finalmente, perder o cliente.

Explico:

Dia destes eu estava sem ter muito o que fazer e resolvi, por algum motivo visitar a página do Multiplus Fidelidade. Para minha surpresa o programa é muito bom. Fácil de acumular pontos e os pontos acumulados podem ser convertidos em prêmios de verdade. Por exemplo 5.000 pontos do Multiplus dá para trocar por R$ 90,00 em crédito de combustível Ipiranga, o que, convenhamos, é muito melhor do que ficar acumulando milhas para, quando temos uma viagem que nos interessa fazer, não haver lugares disponíveis para os vôos que queremos.

Acho que cheguei a trocar uns 15.000 pontos por combustível quando resolvi procurar outros prêmios. Logo encontrei um outro que me pareceu ainda mais interessante: a Sky oferecia, em troca de 40.000 pontos do Multiplus, seis meses do seu plano Top2011, devendo eu pagar exclusivamente, uma pequena taxa mensal, durante este período, de R$ 12,00, o que representaria acesso a todos (ou quase todos os canais, sendo 36 em HD e, vantagem das vantagens, mais dois pontos HD Plus – aquele que grava.

Como o meu plano era um Top qualquer coisa, mas mais antigo, com apenas um ponto de HD Plus, achei que seria bastante vantajoso. calculando rapidamente eu teria uma economia ao longo destes seis meses de R$ 1.800,00 (conta os R$ 720,00 se eu trocasse exclusivamente por combustível) embora após isso eu passaria a gastar um pouquinho mais – meu plano atual é de R$ 297,00 – entretanto um ponto a mais de HD Plus era bastante interessante e compensava  despesa.

Fiz a troca e aguardei pacientemente o prazo de 30 dias em que se iniciaria o desconto e dentro do qual eu seria contactado pela empresa para proceder nas adaptações necessárias, em especial a instalação dos novos aparelhos. Me perguntem se houve algum contato da empresa neste período.

Bem, esgotado o prazo começou o estress. Em primeiro lugar ao entrar em contato com a empresa através do chat online eles simplesmente desconheciam a promoção e me mandaram ligar para o atendimento telefônico que, igualmente, em nada me auxiliou.

Resolvi apelar para as mídias sociais:

O resultado até que não foi ruim. A Sky parece ter uma certa preocupação com a sua imagem na rede:

A troca de tweets chegou a originar algumas ligações do “serviço de mídias sociais da empresa”, uma promessa da solução, e até o agendamento da instalação. Contudo até nisso a Sky furou. Na sexta-feita tive que os esperar a partir das 17h. Perguntem-me se apareceram. Perguntem-me se informaram que não aparecerima. Perguntem-me se reagendaram. Quem respondeu não às três perguntas anteriores acertou.

Vejam bem a minha situação. Eu estava mais ou menos satisfeito com a minha assinatura da Sky, que eu tenho há mais de dois anos. Tão satisfeito que achei interessante a oferta em que eu ficaria pelo menos mais 12 meses vinculado à empresa. No entanto por aderir à oferta da empresa agora eu já não tenho mais tanta certeza da viabilidade de manter o contrato.

O grande problema é que exatamente neste mesmo período a NET (que eu também tenho, mas principalmente por causa da conexão à Internet), me deixou sem conexão por mais de 72h, sem apresentar qualquer solução.

Nós, assinantes de TV a cabo, estamos em um mato sem cachorro.

Não nos esqueçamos que neste momento as empresas de TV por assinatura estão pedindo o apoio dos consumidores. Diante da iminente aprovação de projeto de lei em que serão obrigadas a ter programação nacional elas querem que nos coloquemos a seu lado. Merecem?