home Opinião Mais um da série “se fosse no Brasil…”

Mais um da série “se fosse no Brasil…”

 
Quando o então senador Obama foi eleito presidente dos Estados Unidos, em 2008, teve que renunciar a sua cadeira no Senado. No Estado de Illinois, em situações como esta o governador é quem indica um sucessor para ocupar a cadeira no Senado.
 
O governador de Illinois, Rod Blagojevich, no melhor exemplo de “oportunismo brasileiro”, resolveu aproveitar esta oportunidade única para faturar uma graninha extra, “vendendo” a indicação.
 
Ele foi descoberto em uma série de escutas autorizadas pela Justiça.
 
Adivinhem o que aconteceu?
 
( ) O governador recebeu habeas corpus de um ministro da Suprema Corte.
( ) Foi negada a autorização para que fosse processado pelo Parlamento do Estado de Illinois.
( ) Os promotores que o acusaram forma denunciados por estarem fazendo política.
 
Obviamente que não. O governador foi para trás das grades imediatamente. Foi condenado, 3 anos depois, a 14 anos de prisão, dos quais terá que ficar pelo menos 85% preso.

O valor da vantagem econômica que o governador pretendia era de US$ 1,5 milhões. Dinheiro de pinga pelo qual o nosso atual Diretor da Polícia Federal sequer abriria um inquérito

 
Corrupção é crime e o lugar de corrupto é na cadeia. Simples assim.
 
Fonte:
https://oglobo.globo.com/mundo/governador-de-illinois-preso-por-corrupcao-na-escolha-do-substituto-de-obama-no-senado-3802607

URL curta para esse artigo: https://wp.me/pVtgW-1Jt

Jorge Alberto Araujo

Jorge Alberto Araujo é Juiz do Trabalho e master em Teoria da Argumentação Jurídica pela Universidade de Alicante, Espanha. Titular da 5a Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: