iframe {display:none !important;}
Escolha uma Página

Há alguns anos em um Campus Party assisti uma palestra de um executivo da Azul Linhas Aéreas. Ele referiu, na época, que o setor de tele-atendimento da empresa era composto por empregados. Ele dizia que assim o trabalhador que estava atendendo ao consumidor podia dizer, com segurança, como era a aeronave e os serviços da empresa e poderia passar mais segurança, principalmente porque os empregados tinham, ademais, acesso, a baixo custo, aos vôos da empresa.
É uma prática interessante.