les_juges[1] (1)

É na audiência trabalhista que se ganha ou se perde o processo. Qual profissional do Direito já não teve a sensação de ter um processo ganho, estando o direito ao lado de seu cliente, e acabar perdendo tudo por conta de uma audiência mal conduzida, por perguntas mal formuladas às partes ou testemunhas ou mesmo ao por conseguir indicar nos autos do processo onde estaria fundado o direito vindicado?

Um processo bem estudado, com documentos organizados, perguntas objetivas e específicas, através de uma metodologia adequada podem fazer toda a diferença.

Ao longo de mais de 20 anos de Justiça do Trabalho dos quais mais de 17 de magistratura, passados integralmente em salas de audiência, tenho estudado erros e acertos processuais para apresentar aos advogados e demais profissionais envolvidos com o Processo do Trabalho, uma metodologia de apresentação de casos judiciais, fazendo o melhor uso da Oralidade do Processo do Trabalho para obtenção dos melhores resultados possíveis.

Isso tudo com fundamento no que há de mais avançado em

  • Teoria da Argumentação Jurídica,
  • Teoria da Decisão,
  • Teoria da Negociação,
  • Teoria do Interrogatório e do Depoimento e
  • Neurociência aplicada ao Direito.

O curso será ministrado nas quintas-feiras à noite, das 19h15min às 22h20min, na FEMARGS, situada na R. Rafael Saadi, 85, Bairro Menino Deus, em Porto Alegre/RS

As aulas serão sempre nas quintas-feiras à noite, iniciando-se no dia 09 de outubro de 2014, no horário das 19h15min às 22h30min.As inscrições custam R$ 425,00 ou duas parcelas de R$ 224,00, com desconto para alunos e ex-alunos do Curso Oficial de Preparação à Magistratura do Trabalho:

Maiores informações e inscrições: (51) 3231-5199 www.femargs.com.br
Endereço: Rua Rafael Saadi, 87 – Menino Deus – Porto Alegre.

Programa:
1ª Aula: Apresentação. Teoria da argumentação. Lógica e lógica jurídica.
2ª Aula: Teoria e prática das peças processuais trabalhistas. Como elaborar uma inicial efetiva. Como elaborar uma defesa / contestação efetiva.
3ª Aula: Teoria dos jogos. Teoria da decisão. Negociação.
4ª Aula: A audiência na prática. Fases da audiência. Impugnação de documentos: amostragem.
5ª Aula: Interrogatório e contra-interrogatório. Interrogatório testemunhal. Psicologia do depoimento. Memória.
6ª Aula: Estratégias de interrogatório. Interrogatório judicial e depoimentos pessoais.
7ª Aula: Incidentes e exceções. Prova pericial.
8ª Aula: Razões finais. Decisão. Sustentação oral perante o Tribunal.

URL curta para esse artigo: https://wp.me/pVtgW-1v5

Publicado por Jorge Alberto Araujo

Jorge Alberto Araujo é Juiz do Trabalho e master em Teoria da Argumentação Jurídica pela Universidade de Alicante, Espanha. Titular da 5a Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS.

Participe da discussão

7 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Bom dia Dr. Jorge,
    Minhas colegas de escritório já estão inscritas. Parabéns pelo conteúdo programático! Sucesso!
    Tomei conhecimento que o Grupo CEEE, alterou – por meio de regulamentos internos – a forma de despedida dos funcionários.
    A partir de outubro de 2014, mesmo os funcionários, que são admitidos por concurso, poderão ser despedidos sem justa causa.
    No meu entender tal medida é ilegal, uma vez que a administração pública deve motivar seus atos.
    Acredito que se iniciará uma nova enxurrada de ações trabalhistas..
    Abraços
    Maria

%d blogueiros gostam disto: