Photobucket
Sindicato e Estado no Brasil, de Naiara Dal Molin

No dia 04 de novembro próximo, às 18h30min, a minha amiga Naiara Dal Molin vai estar lançando e autografando na 55ª Feira do Livro de Porto Alegre sua obra Sindicato e Estado no Brasil.

Meus leitores sabem do meu especial  interesse em Direito Coletivo e a minha profunda decepção pela sua atrofia no Brasil, em decorrência, dentre outras, da excessiva intervenção estatal nos sindicatos desde a Era Vargas.

Pois a Naiara nesta obra, que é fruto de sua pesquisa e trabalho de mestrado, investiga a história do sincalismo e dos sindicatos no Brasil desde a década de 30.

Nas suas próprias palavras, constantes da introdução do livro:

A motivação inicial para a realização deste trabalho foi o fato de estar tramitando, no âmbito do Poder Legislativo, um projeto de reforma sindical em que vários temas, como organização sindical, pluralidade sindical, representatividade dos sindicatos, imposto sin- dical, negociação coletiva, direito de greve, entre outros, estão sendo discutidos. Neste momento crucial para o sindicalismo brasileiro, quando, além da reforma sindical, teremos a reforma trabalhista, consideramos de fundamental importância que se discutam questões que já fazem parte do cenário político brasileiro desde os anos 1930.

É, pois, uma obra que não poderá faltar na estante de quem pretende entender as profundas mudanças que serão implementadas com o advento das novas regras do sindicalismo no Brasil, pois para entendermos o futuro é, antes de mais nada, necessário conhecermos o passado.

URL curta para esse artigo: https://wp.me/pVtgW-D0

Publicado por Jorge Alberto Araujo

Jorge Alberto Araujo é Juiz do Trabalho e master em Teoria da Argumentação Jurídica pela Universidade de Alicante, Espanha. Titular da 5a Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS.

Participe da discussão

3 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Professor, vc ficou sabendo da pol~emica que está causando a questão da peça processual pedida na 2ª fase do exame de ordem-trabalho.

    A questão era muito dúbia (não trazia todas as informações necessárias) e parece que vai ser anulada. Pela 1ª vez teremos uma questão da 2ª fase anulada.

    Já há um manifesto nacional pela anulação da questão:
    http://www.petitiononline.com/exameoab/petition.html

    Gostaria que você escrevesse em seu blog sobre a questão da peça processual do exame de domingo http://www.cespe.unb.br/concursos/OAB2009_2/

    Abraço,

    Leonardo

%d blogueiros gostam disto: