Photobucket
Constituição Ulisses

Hoje é um dia bastante importante em especial para mim. É aniversário da Ingrid, além da Constituição Federal, o que assinala, também, vinte anos em que estudo Direito. Recordo como se fosse hoje que eu cursava a Disciplina de Introdução à Ciência do Direito e meu Professor, José Sperb Sanseverino, manuseava, já nos primeiros dias após a promulgação da Carta, um exemplar dela impressa, fornecido pelo Jornal Zero Hora.

Aliás o primeiro exemplar em formato livro da Constituição eu vi junto com meus amigos e colegas Alexandre e Cláudio. Matamos aula para jogar sinuca em um salão da Oswaldo Aranha. Lá chegando o empregado responsável folheava um livro verde e amarelo. Curiosos perguntamos o que era.

– É a Constituição – disse ele – são novas leis.

Meio sem graça nos olhamos. Nós, estudantes de Direito, no lugar de estarmos examinando a lei fundamental de nosso país, matávamos aula para jogar sinuca. Com certeza aquele trabalhador estava mais instruído que nós.

O constrangimento passou logo, pedimos uma cerveja e fomos jogar nossa sinuca, havia tempo…

URL curta para esse artigo: https://wp.me/pVtgW-kv

Publicado por Jorge Alberto Araujo

Jorge Alberto Araujo é Juiz do Trabalho e master em Teoria da Argumentação Jurídica pela Universidade de Alicante, Espanha. Titular da 5a Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS.

Participe da discussão

2 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: