Jus Blogs: os blogs do Jus Navigandi

Desde o dia 11 de agosto, Dia do Advogado (ou, como eu prefiro, para me incluir, Dia do Operador do Direito, uma vez que também é o Dia do Juiz, do Promotor, etc.) o Direito e Trabalho passou a integrar um selecionadíssimo time de blogueiros relacionados pelo Portal Jurídico Jus Navigandi.

A relação, que é de mera parceria, não implicou nenhuma alteração no conteúdo ou linha de trabalho dos blogs eleitos, pelo contrário justamente foi a autonomia e conteúdo crítico de seus conteúdos que fez com que o Jus Navigandi entendesse de efetuar esta aliança.

Com certeza saem ganhando todos, uma vez que ao mesmo tempo em que o portal agrega conteúdo original e de qualidade, elaborado por profissionais do Direito que, periodicamente, se propõem a compartilhar suas experiências com os internautas, oferece aos editores (os autores dos blogs) mais uma oportunidade de conquistar leitores, no caso o público qualificado do Jus Navigandi que, periodicamente, visita as suas páginas em busca de notícias e atualização em Direito.

Os blogs integrantes são, além do nosso Direito e Trabalho, o Direitos Fundamentais, do Juiz Federal e professor de Direitos Fundamentais George Marmelstein, que escreve sempre com maestria acerca dos fatos cotidianos relacionando-os ao conteúdo do nosso texto constitucional atinente aos direitos e garantias fundamentais, o marketingLEGAL, de Marco Antônio Gonçalves, que discorre sobre a questão da visibilidade dos serviços profissionais de advocacia neste mundo extremamente competitivo, O Processo Penal, de Pedro Schaffa, debatendo, desvendando e discutindo os meandros do procedimento incidente sobre as demandas criminais e, por fim, mas não por último, até porque ele é que é o grande maestro desta sinfonia, o advogado e editor de conteúdo do Jus Navigandi, Paulo Gustavo Sampaio Andrade, e o seu Página Legal.

Ao recomendar que os meus leitores visitem cada um dos blogs integrantes do Jus Blogs faço uma solicitação que raramente faço em relação aos meus artigos: após as visitas, se acharem pertinente,  deixem um comentário no espaço próprio. Esta comentário pode ser um elogio, uma crítica ou até mesmo uma sugestão de uma nova matéria e, às vezes embora singelo, deixa em nós autores a impressão de que nosso trabalho está, de alguma forma, fazendo diferença.

URL curta para esse artigo: https://wp.me/pVtgW-hM

Publicado por Jorge Alberto Araujo

Jorge Alberto Araujo é Juiz do Trabalho e master em Teoria da Argumentação Jurídica pela Universidade de Alicante, Espanha. Titular da 5a Vara do Trabalho de Porto Alegre/RS.

Participe da discussão

8 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Gostaria de saber se alguém pode me indicar um livro que fale sobre direito previdenciário dos Estados Unidos, em português. Obrigada.

  2. QUE CHIQUE!!! Muitos parabéns pra você, Jorge! O Jus é um baita portal, conteúdo relevantíssimo para quem é da área. A parceria é o merecido reconhecimento do ótimo trabalho que você vem fazendo no Direito e Trabalho. Muito sucesso nessa nova etapa!! 😀

  3. @Celso,

    É preconceito não querer “estar parecendo” operador de telemarketing. Profissional do Direito seria com certeza mais adequado, todavia operador já se consagrou.
    Todavia seguindo a tua sugestão marqueteira vou adotar este termo.
    Se ele se consagrar no futuro te dou o crédito 😉

    @Igor,

    Jurista passa a ser extremamente presunçoso.
    O número de visitas tem melhorado semana a semana e há um bom número de visitas oriundos do Jus Navigandi, até maior que o Y! Posts.

  4. Sugestão séria-metida-a-engraçadinha do dia:

    Operador me lembra anúncio de vagas para “operador de telemarketing”.

    Meu senso “marqueteiro” sugere um Dia do Profissional de Direito.

    Fica mais fácil, não?

    🙂

    ‘braços

    Celso Bessa

%d blogueiros gostam disto: