iframe {display:none !important;}
Escolha uma Página

Logo que ouvi a notícia eu já havia comentado: só pode ser na Caixa.

A notória “vocação” da Caixa para o atendimento das camadas mais baixas da população, não deixa de resvalar na arrogância de seus administradores, que orientam o pessoal da segurança terceirizada a tratar os clientes e usuários como suspeitos.

Mais de uma vez já tive problemas semelhantes quando precisei utilizar uma agência que não àquela em que movimento a minha conta. Se não tive que me despir, já fui abordado pelos seguranças em grupo e se não me identifico a tempo teria, com certeza, levado uma surra.

Isso sem se falar do desrespeito às leis municipais de limite de espera driblada com um ‘agendamento”. Ou seja se você precisa pagar uma conta acima de um limite esdrúxulo tem que passar por um estagiário que vai fazer o possível para dispensá-lo, se não conseguir vai lhe dar uma ficha e lhe orientar a retornar em 1 hora. Como se tivéssemos tempo para perder fazendo hora para pagar conta em banco…

Banco do povo, não: banco do dinheiro do povo.

Zemanta Pixie