iframe {display:none !important;}
Escolha uma Página

A advogada gaúcha que havia processado a empresa de Mountain View e ganho, em primeiro grau, indenização correspondente a R$ 4.384.800,00, como indenização por ter sido associada nas ferramentas de busca da empresa à garota de programa Bruna Surfistinha, acaba de perder a ação no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que reformou a sentença e extinguiu o feito sem o julgamento do mérito. É o que informa o Espaço Vital.